Blog

Vida de oração e matrimônio: é possível?

07 de setembro de 2022

Vida de oração e matrimônio: é possível?

A oração é uma via muito importante de intimidade com Deus. Ela nos ajuda a compreender e fazer com que a voz do Senhor ecoe em nosso interior. 

Ter uma vida de oração ativa vai muito além de ser praticada apenas quando se está solteiro. Dentro do sacramento do matrimônio, ela tem um papel muito importante: a de santificar o casal e ser exemplo de fé e fidelidade aos filhos. 

Uma família que vive em oração e entrega a Deus seus planos, seus medos e anseios, está confiando ao Pai aquilo que, perante os homens, parece já não ter solução. É nesta confiança que Deus realiza maravilhas dentro do ambiente familiar. 

Mas ter uma vida de oração dentro do matrimônio é possível?

Não é só possível, como é necessário O matrimônio é uma realidade de Deus no ser humano, então como pode conceder o matrimônio sem vida de oração? 

É necessário ter este entendimento das duas partes, do homem e da mulher, que o casamento é um sacramento. Não é simplesmente uma unidade entre os dois, não é um acordo de viver juntos, mas é um se doando para o outro em Deus. E para entender essa dinâmica de Deus dentro do matrimônio, precisa-se da oração. 

Não há como entender o projeto de Deus, sem que o casal reze. Então, não só é possível, como é vital para o matrimônio.

A dificuldade em manter uma vida de oração

O pouco entendimento do casal, sobre a vontade de Deus, faz muitos deles ainda terem dificuldade em buscar uma vida de oração dentro do relacionamento. 

Quando um casal está namorando, vive-se então um processo de discernimento. Eles se unem um ao outro por quê? Porque procuram no outro uma satisfação, um bem-estar, a felicidade. 

Quando um casal não tem discernimento e a compreensão do que é o matrimônio, dificilmente eles se manterão em unidade para realizar a vontade de Deus. 

É necessário que um casal reze e descubra juntos o grande valor da oração. E assim vão compreender a grande beleza do matrimônio e o designo de Deus em suas vidas. 

Como viver um matrimônio saudável nos dias atuais

Quando se fala de contrato civil, de casamento civil, são outras regras regidas pelo mundo. Mas, quando se fala de matrimônio, não estamos falando simplesmente de um contrato, falamos de uma vocação, da vontade de Deus.

O mundo moderno vai impor aquilo que ele julga ser correto e útil para a sociedade. Mas a pergunta que um cristão deve fazer é: eu quero seguir aquilo que o mundo fala ou eu quero construir o meu matrimônio segundo o que Deus fala, por meio de Jesus Cristo? Aquilo que Jesus revelou na Igreja. 

O que eu quero seguir? Aquilo que Deus fala, aquilo que é saudável, ter uma estrutura familiar ou ser aquilo que o mundo prega e impõe aos casais? Hoje é um tempo muito pertinente para fazer estas perguntas.

O mundo quer educar os filhos. O mundo quer, o mais cedo possível, retirar as crianças de seus pais, para que o mundo eduque. 

Lembre-se: nós não seguimos o mundo, mas seguimos a voz de Cristo

Para viver em santidade, o casal precisa orar junto, visando a sua unidade perante Deus e os homens. As orações não devem ser apenas realizadas de forma pessoal, elas precisam acontecer no casal, em perfeita união de corpo e alma. 

O casal deve reconhecer sua pequenez, enquanto pecadores, e colocar diante de Deus a sua vontade de crescer e buscar a fonte verdadeira do amor e da sabedoria que vem do Senhor.

Você pode gostar de ler também: A vocação matrimonial como via de santidade

A oração é uma via muito importante de intimidade com Deus. Ela nos ajuda a compreender e fazer com que a voz do Senhor ecoe em nosso interior.  Ter uma vida de oração ativa vai muito além de ser praticada […]