Planejamento Espiritual: o que é e como utilizar no seu dia a dia

Em meados de 2011, Deus começou a inspirar a Irmã Zélia, religiosa da Copiosa Redenção, com amplo apostolado de cura e libertação pelo Brasil e pelo mundo, a um caminho de planejamento espiritual. Estava surgindo o Planejamento Espiritual. 

Se nos preocupamos em planejar nosso trabalho, nossos estudos, vida financeira, viagens e demais realidades, por que não precisaríamos planejar a vida de oração?

Em meio a correria da rotina cotidiana, sobretudo das famílias, escola, atividades profissionais, aniversários, festas, demandas, crises, tudo pode tirar a família da centralidade que é Deus. Mas, se estabelecer um planejamento, com datas e horários pré-estabelecidos, é mais difícil cair no esquecimento ou perder a prioridade. 

Deus precisa ser o centro das nossas vidas, das nossas ações, e dos nossos planejamentos. Quando dou a Ele o lugar de Rei e Senhor da minha vida, todas as outras coisas se encaminham de modo seguro e abençoado. 

Crescimento na intimidade com Deus 

As Sagradas Escrituras possui diversos trechos, com inúmeros personagens bíblicos que testemunharam uma vida de oração desde antes da Encarnação de Jesus Cristo. 

Já no livro do Gênesis, vemos uma passagem no qual o autor sagrado relata o diálogo de intimidade de Adão e o Criador. O primeiro homem tinha uma relação tão próxima com o Pai que distinguia os passos de Deus que vinha caminhar e ter com ele no jardim. 

Oração é isso: intimidade, relação, diálogo. Possuir intimidade com Deus é possuir uma rotina que gira em torno do seu encontro diário com Ele, em um diálogo de amizade, como dizia a grande Mestra da vida espiritual, Santa Teresa de Jesus. 

Os patriarcas e profetas de Deus, reis de Israel e demais homens e mulheres da história Bíblica dão testemunho de uma vida de oração. O próprio livro dos salmos está repleto de orações erguidas pelo povo de Deus por séculos. 

O próprio Jesus, o Filho de Deus, buscava momentos de deserto e solidão para, em diálogo íntimo com o Pai, manter uma vida de oração e comunhão com a Vontade Divina. 

“Feitas muitas vezes na solidão, no segredo, a oração de Jesus implica uma adesão amorosa à vontade do Pai até a cruz e uma confiança absoluta de ser ouvido. Jesus ensina seus discípulos a orar com um coração purificado, uma fé viva, e perseverante, uma audácia filial.”.

(Catecismo da Igreja Católica 2620-2621)

O que é Planejamento Espiritual?

“O Planejamento Espiritual foi desenvolvido a partir da minha vivência diária tanto na Copiosa Redenção, como nas missões que realizo e nos meus momentos com o Senhor”, diz Irmã Zélia 

Há mais de 10 anos, a Irmã Zélia tem desenvolvido um método próprio de planejamento espiritual para sua vida pessoal. Inspirada por Deus, iniciou o compartilhamento desse material, com objetivo de favorecer o crescimento na vida de oração dos seus filhos e filhas espirituais. 

Com uma didática clara e sistemática, a irmã Zélia direciona práticas de oração e devoção para cada dia do ano, para o mês, nas principais festas e celebrações litúrgicas que vão desde a vivência sacramental, até o diálogo íntimo e diário com o Senhor. 

Você também conta com direcionamentos de filmes e livros espirituais que favorecerão esse caminho de oração. O ano começa com orações específicas para meia noite do primeiro dia do ano, sendo conduzido a consagrá-lo a Deus. 

A agenda de missão da Irmã Zélia fica disponibilizada no planejamento e as datas do Cerco do Rosário para que você possa vivenciar, na unidade da intercessão, esses momentos fortes de ação de Deus. 

Em unidade com a Igreja 

Uma das grandes preocupações da Irmã Zélia ao elaborar todo o Planejamento é mantê-lo em comunhão com a Doutrina da Igreja, sua Tradição e a espiritualidade do Carisma Copiosa Redenção. 

Como dito, todo material é fruto da sua própria vivência pessoal, missionária e comunitária. 

O próprio catecismo da Igreja motiva as práticas devocionais e espirituais como vias seguras de santificação. 

“‘É preciso se lembrar de Deus com mais frequência do que se respira.’ Mas não se pode orar ‘sempre’, se não se reza em certos momentos, por decisão própria: são os tempos fortes da oração cristã, em intensidade e duração.”.

(CIC 2697)

As orações dispostas no Planejamento nascem nos principais manuais de espiritualidade e das biografias de beatos e santos reconhecidos pela Igreja. Orações que estiveram nos lábios de homens e mulheres de Deus que, por séculos, buscaram ardorosamente uma vida de intimidade com o Senhor. 

Conheça mais da autora Irmã Zélia – uma missionária da Redenção do Senhor

 

Como utilizar o Planejamento Espiritual no cotidiano 

A rotina dos participantes do Planejamento Espiritual da irmã Zélia tem uma programação diária para cada mês, com as Orações de revestimento. São orações que devem ser realizadas antes de todas as orações de metas. O (a) fiel pode optar por rezar apenas uma delas antes de iniciar as orações do dia.

As orações de meta são específicas para cada mês, que tem como objetivo fortalecer a vontade e a súplica a Deus pelas metas escolhidas no planejamento. Um exemplo são os direcionamentos do mês de maio: 

  • ORAÇÃO DE META
  • Escolher um horário, fidelizá-lo e rezar o Rosário (4 terços) acompanhado da Ladainha de Nossa Senhora por 31 dias;
  • Rezar, no dia 22 de maio, a oração de Santa Rita

Ao término de cada mês, você conta com um espaço para anotações das inspirações que o Espírito Santo foi lhe dando ao longo do mês. 

Para os casados e com filhos, você pode realizar com as crianças o Planejamento Espiritual infantil. Com orações mais curtas e adaptadas para o mundo infantil, os meninos e meninas poderão vivenciar essa experiência rica com seus pais. 

Curso Planejamento Espiritual 

Desde 2021, tivemos a graça de nos unir ainda mais no caminho proposto pelo Planejamento Espiritual. Abrimos o Curso Planejamento Espiritual, com a Irmã Zélia. Todos os meses recebemos uma aula ao vivo ou gravada, no qual somos motivados na vivência de cada mês. 

O curso, disponibilizado na Plataforma da Hotmart, contém ricas reflexões e motivações da Irmã Zélia e outros convidados. 

Neste ano, o Curso terá um novo formato. Serão 30 dias, nos quais os participantes receberão a cada semana reflexões sobre Revisão de Vida, propósitos e metas, e os passos importantes para dar início ao Planejamento Espiritual já no dia 1º de janeiro.

Como ela costuma dizer, é preciso rezar com Metas! Assim como nos Evangelhos Jesus pergunta aos que se aproximam dele “O que queres?”, o Senhor também deseja clareza e objetividade naquilo que definimos para nossa oração. 

Estamos falando de prioridade espiritual, ou seja, Deus é o centro da minha vida, e tudo deve girar em torno dessa relação de amor e intimidade que é a oração. 

Principais desafios para ser fiel

Tal qual às dinâmicas da vida humana, a vida de oração também possui altos e baixos. É comum que comecemos o ano com inúmeras metas e objetivos e com o passar do tempo vamos esmorecendo e caindo na infidelidade e na inconstância. 

Vale a pena lembrar que a constância é um atributo unicamente Divino. Só Deus é o constante, aquele que permanece imutável em meio a tudo que acontece. Uns mais outros menos, o caminho do ser humano na vida interior e de santidade será sempre um caminho de recomeço. 

“Santo não é aquele que nunca cai, mas aquele que recomeça sempre.”

São João Paulo II

Ter um planejamento espiritual é um instrumento forte contra as nossas infidelidades, pois nos motiva a caminhar, inclusive unidos em oração uns pelos outros. 

A oração também precisa estar atrelada à sua vida, seja nos momentos de Cruz ou de ressurreição. Há pessoas que só rezam na provação, enquanto há aquelas que só conseguem rezar quando tudo anda bem. 

Jesus nos ensina a rezar em todas as circunstâncias, pois nada nos separará do amor de Deus. Por isso, em meio aos desafios, os membros do Planejamento Espiritual são motivados a pedir oração aos demais irmãos e retomar o caminho de onde parou, sempre. 

O reconhecimento dos pecados e a retomada da caminhada são indispensáveis para viver a fidelidade. Ser fiel não é cumprir as práticas irrepreensivelmente, mas ter a confiança de que, mesmo nas nossas fraquezas e limites, Deus nos ama e nos quer na sua Presença. 

Mais do que orações, uma vida de oração

Algo que precisa ficar claro é que o Planejamento espiritual não é um manual de orações, mas um instrumento de transformação de vida. Os santos e a tradição da Igreja nos revelam que o Senhor não quer de nós palavras abundantes, mas uma vida imersa na sua Presença. 

O ritmo da vida de quem faz o Planejamento Espiritual deixa de ser o ativismo e passa a ser a confiança e o abandono à Providência Divina que cuida dos seus amados, mesmo enquanto dormem (Sl 126, 2). 

Não é a quantidade de Rosários que determinará o derramamento da graça sobre sua vida, mas a busca de amar a Deus em todas as situações, reconhecendo-O como Senhor e Rei de sua vida. 

Onde encontro o Planejamento Espiritual

Anualmente, o Planejamento Espiritual entra em vigor sempre no último trimestre do ano, já em preparação para o ano seguinte. Com ampla divulgação no site, nas redes sociais e nos eventos por onde Irmã Zélia passa. 

Para adquirir o curso é necessário essa atenção à divulgação, pois as inscrições são por tempo restrito com vagas limitadas. 

O livro está sempre disponível na loja da Copiosa Redenção podendo ser facilmente adquirido, sendo enviado para a residência dos interessados. 

Toda a renda arrecadada com a venda do curso e dos livros do Planejamento Espiritual 2022 é destinada às obras de evangelização e recuperação de dependentes químicos nas comunidades da Copiosa Redenção. Atualmente, são 6 casas de recuperação e inúmeros eventos e meios de anúncio do Evangelho promovido pela congregação. 

Acesse agora mesmo nossa Loja e encontre esse e outros produtos que podem colaborar com sua espiritualidade. 

Imagem com jovens reunidos, junto com os membros da Copiosa Redenção

Volta Livre Soul movimenta chácara de Uvaia no final de semana

Retiro ocorreu no sábado, 27, e foi promovido pela Copiosa Redenção

A chácara Padre Wilton, no distrito de Uvaia, recebeu no último sábado, 27, o retiro “Volta Livre Soul” que contou com a presença de pouco mais de 250 jovens de Ponta Grossa e região.

Com uma temática semelhante ao que já é vivenciado, tradicionalmente, no carnaval, o ‘volta’ trouxe momentos de espiritualidade, louvor, pregação e animação para os jovens que participaram ativamente ao lado dos membros da Copiosa Redenção.

O retiro contou com a pregação dos religiosos, Irmão Higor, Irmão João Paulo, da Madre Tânia, além do idealizador do Projeto Escolhas, Júlio Borges.

Para a Irmã Nayara, CR o retiro foi uma forma de trazer mais sentido da presença de Deus na vida destes jovens: “Foi sensacional, incrível, obrigada a todos que participaram” – agradece

Veja todas as fotos do retiro acessando: https://abre.ai/fotosvoltalivresoul2022

Copiosa Redenção lança podcast “Peregrino na tua vontade”

A partir do dia 01 de agosto, dentro do perfil da Copiosa Redenção no instagram, acontece o podcast “Peregrino na tua vontade”. A ideia do programa é trazer assuntos voltados a vocação, mas de forma leve e descontraída. 

Apresentado pelos religiosos da congregação, a cada semana um convidado diferente, abordando assuntos que vão desde vocação, trabalho e evangelização.

O podcast Peregrino na tua Vontade acontecerá todas as segundas-feiras às 22h no @copiosaredencao no instagram. 

Copiosa Redenção: Uma vocação para homens e mulheres

Deus nos convida a ser propagadores de seu amor – seja no falar, no viver. De alguma maneira Ele nos chama a ser instrumento de fé e de esperança para nossos irmãos. A vocação que cada um traz é um exemplo. Nosso primeiro chamado é dar a vida para o irmão, devemos ser solidários e humanos, pois Cristo, ao se oferecer na Cruz, morreu para dar a salvação a todos nós. Assim como diz na Palavra:

 “Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a própria vida por aqueles que ama”.

(Jo 15,13)  

 Ser Cristo vivo na vida do irmão! É através deste propósito que Deus tem um chamado para nós – viver para Ele e com Ele. Ao ecoar em nossos ouvidos, Deus chama seus filhos a entregar-se por inteiro. E ao transformar nossa inquietude em algo concreto, descobrindo as maravilhas d’Ele, os vocacionados se tornam verdadeiros pais: que acolhem, abraçam e escutam os que mais necessitam. Um papel de grande responsabilidade, pois se tornar pais espirituais, é mostrar que a vida com Deus é perfeita. E que apesar dos desafios, Ele ajuda a caminhar e a vencer cada obstáculo.

Vocacional Copiosa Redenção

A Copiosa Redenção acolhe seus vocacionados em comunidades específicas. Uma voltada para o ramo masculino e outro feminino. O processo de discernimento de cada um pode durar até dois anos, dentro do aspirantado, primeiro local que o vocacionado é acolhido dentro da Congregação. Há uma pequena diferença entre os vocacionados homens, pois estes podem, no decorrer de sua caminhada, se tornar apenas irmãos – sendo livre a escolha para tornar-se sacerdote. 

Você pode compreender mais sobre o processo de discernimento vocacional, acessando esse link