Últimas Notícias

5 sinais de que você precisa cuidar da sua saúde mental

31 de julho de 2022

5 sinais de que você precisa cuidar da sua saúde mental

É inegável que vivemos um tempo intenso e de muitos desafios. Um desses desafios é cuidar da saúde mental em meio à enxurrada de informações negativas que chegam até nós. 

Além disso, a vida comunitária se tornou ainda mais complexa com o isolamento, em especial para os religiosos idosos e com comorbidades. A realidade missionária ficou mais restrita devido às determinações sanitárias, necessárias para o combate à pandemia. 

Estamos falando de um tempo de muitas crises vocacionais e gatilhos de ansiedade, pânico ou demais transtornos que assolaram nossas comunidades. 

Por isso, preparamos para você 5 sinais de que você precisa dar atenção e cuidar da sua saúde mental. Confira.

#1 Buscar por isolamento da convivência comunitária 

A vida dentro de um ambiente religioso costuma ser, em sua maioria, em comunidade. Seja o sacerdote que vive em meio às ações paroquiais ou o religioso que vive nos centros comunitários de seus institutos.

Com o aumento do estresse, da ansiedade, a sobrecarga de trabalho ou mesmo as crises humanas ou vocacionais, a tendência é a busca pelo isolamento. 

O religioso não quer mais conviver com a comunidade, quer momentos de solidão e distanciamento. Quer está só. Esse é um sinal de que é preciso cuidar da saúde mental. 

#2 Mudança no apetite 

Algo que evidencia a necessidade de cuidados com a saúde mental é a mudança no apetite. Se o religioso ou sacerdote costuma ter uma boa relação com a comida, passa por um tempo de fastio ou, ao contrário, de compulsão alimentar. 

Devido às tensões anteriores, ou busca refúgio no prazer de comer, ou fecha-se completamente ao alimento. 

A esse sinal as autoridades ou os irmãos de comunidade precisam estar atentos, pois a saúde mental, provavelmente, está comprometida. 

#3 É sinal de que precisa cuidar da saúde mental: a insônia 

Insônias esporádicas, diante de problemas ou dificuldades, são comuns. No entanto, se há falta de sono recorrente, necessidade de intervenções medicamentosas ou outros, certamente a saúde mental já se encontra comprometida em nível avançado. 

A mental está tão sobrecarregada de preocupações e tensões que não consegue o relaxamento necessário para que o corpo obtenha repouso e descanso necessário. 

Isso gera um cansaço ainda mais constante, irritação, mal humor e outros efeitos como taquicardia e falta de fôlego pela falta de sono. 

Descubra 7 dicas para vencer a insônia. Leia agora mesmo!

#4 Sinais físicos como cefaléia constante, tremores musculares e dores 

O corpo também dá sinais concretos que é preciso cuidar da saúde mental. Dores de cabeça frequentes, tremores musculares ou outras dores são alguns desses sinais. 

É bem comum, por exemplo, um tremor nas pálpebras, dores nas articulações e dormências na cabeça. São sinais de um organismo que está sofrendo por uma saúde mental não cuidada. 

Nessas ocasiões, muitas vezes, o sono noturno não resolve, os poucos momentos de descanso também não. É necessário um cuidado profissional, com terapeutas, nutricionistas, psiquiatra, que façam um trabalho conjunto e restabeleçam a saúde mental. 

#5 Falta de paciência ou irritação

Quando as situações cotidianas, que antes não eram tão pesadas, tornam-se difíceis e insuportáveis, a impaciência e irritação se tornam rotina. Logo, há um sinal claro de que é preciso considerar. 

Existe uma dificuldade de relaxar e lidar com as realidades de forma leve. Por isso, é preciso um caminho de cuidado e atenção para que isso não se torne algo mais sério no final. 

A saúde mental, tal qual a saúde física, precisa de atenção e de cuidados. Procurar especialistas não é algo humilhante, mas é algo necessário quando se perde o controle dos próprios limites. 

Por isso, busque ajuda! Só assim, será possível recuperar a qualidade de vida necessária para dar a Deus uma oferta generosa e fecunda. 

É inegável que vivemos um tempo intenso e de muitos desafios. Um desses desafios é cuidar da saúde mental em meio à enxurrada de informações negativas que chegam até nós.  Além disso, a vida comunitária se tornou ainda mais complexa […]